Novela “Bicho do Mato”: Resumo de 16 a 20/7/18

Dá uma espiadinha no resumo semanal da novela “Bicho do Mato” que a Rede Record divulgou abaixo 👇

•~•No capítulo 229, segunda-feira, 16 de julho – Cecília sai assustada do trem fantasma e vê que Ramalho está morto. Frederica confirma que a pedra não está com Ramalho. Uma criança sai chutando o diamante, que fica largado, como uma pedra qualquer, na rua. Num misterioso telefonema, Lili avisa que deu tudo certo, despertando a curiosidade de seus amigos. Joca diz a Gigi que não matou Ramalho e que jogou fora a arma quando viu a Polícia no parque. Paulo arranja uma testemunha e Maurinho confessa que estava no parque.

•~•No capítulo 230, terça-feira, 17 de julho – Maurinho nega ter matado Ramalho. Betinha assegura a Tavinho que negará até a morte ter estado no parque, mesmo que Gigi a denuncie ao delegado. Tavinho não poderá denunciar uma pessoa que viu no parque, pois seu álibi consiste em dizer que ele e Betinha não saíram de casa. Betinha e Tavinho continuam afirmando que não foram ao parque. Mesquita diz que ainda não terminou de resolver tudo que veio fazer no Brasil. O resultado do exame de balística chega à delegacia.

•~•No capítulo 231, quarta-feira, 18 de julho – O tiro que matou Ramalho não saiu da arma de Joca. Paulo apresenta duas testemunhas que provam que o álibi de Betinha e Tavinho é falso. Tavinho entrega que Mesquita, namorado de sua mãe, que odiava Ramalho, estava no parque, e não na Europa. Tavinho e Betinha chegam em casa e dizem para Cecília e Juba que Mesquita entrou na lista de suspeitos por estar no Brasil. Mariano resolve enfrentar Zé Diacho e Geraldo diz que vai junto. Juba, Cecília, Mesquita, Joca e Eduardo vão à delegacia. Um baleiro testemunha que Mesquita estivera no parque. Mesquita afirma que entre eles há um traidor, comparsa de Ramalho e seu verdadeiro assassino. Mesquita e Laura descobrem um sócio de Ramalho na Europa, conhecido como Senhor X, chefe desse traidor no Brasil e mandante do assassinato.

•~•No capítulo 232, quinta-feira, 19 de julho – Mesquita diz que o Senhor X pode ser um homem ou uma mulher. Em casa, todos acusam Ruth, que, por sua vez, acusa Sílvia, lembrando que ela era a traficante de pedras de Ramalho, que era ela quem levava as pedras para a Europa. Vanda pede que Nicolau conte o que está havendo, mas ele se nega, dizendo que nem ela nem Graça o deixarão ir adiante e ele não pode mais voltar atrás. Brandão leva Tiniá amarrada pela floresta. Alzira avisa a Juba que Mariano e Geraldo querem prender Brandão e Zé Diacho, que estão no garimpo. Juba resolve viajar para o Pantanal. Lili avisa que Roberto conseguiu identificar um conhecido nas gravações feitas no parque. Roberto chega e acusa Emílio de ter ido ao parque e matado Ramalho a mando do Senhor X.

•~•No capítulo 233, sexta-feira, 20 de julho – Emílio explica que foi ao parque para ajudar Juba e Cecília a resgatarem Ruyzinho e que mentiu por medo de o acusarem de ser o assassino. Roberto avisa que entregou a fita ao inspetor Paulo. Juba, Yara, Léo e Jaci viajam para o Pantanal. Ruth liga avisando Betinha e Tavinho que Emílio é o traidor. Maurinho não consegue segurar um espirro e chama a atenção dos bandidos. Começa um tiroteio. Zé Diacho e Brandão fogem e Maurinho usa o megafone para dar ordem de prisão aos jagunços. Tiniá é libertada, Carlos e Juliana resolvem voltar para o Rio. Teleco pede Tiniá em casamento. Iru permite que Tiniá e Márcia os acompanhem na batalha.

(*) edição sujeito a alteração de data e conteúdo

Autor: Dayse

Sou apaixonada pela vida. Apesar de não ser desse meio, gosto de tudo que se refere ao entretenimento na tv. Acho que essa é a graça. A diversão é completa, as variedades são muitas. Vamos compartilhar esses momentos?? E viva a vida!!